Guia VM: Quais truques na hora de montar uma vitrine podem impactar o cliente no ponto de venda?

23 de julho de 2019

Visual Merchandising ataca novamente! Começamos nosso guia completo para você dominar esses conceitos e buscar ativamente o sucesso do seu negócio explicando sobre o uso de manequins.

E, se o manequim motiva a compra, a vitrine tem o papel principal de captar o consumidor para dentro do ponto de venda.

vitrines tem o poder de chamar a atenção, mas também de apresentar ao mercado consumidor a identidade da marca.

Negligenciar esse potencial é um desperdício tanto em fidelização quanto em investimentos prévios.

Existem alguns cuidados básicos que são fundamentais para atrair mais clientes e isso independe do tipo da sua vitrine, que pode ser: fechada, aberta, inclinada, de esquina, em projeção, apenas pequenos mostradores, ou até, inexistentes!

Mesmo se a loja fica em um centro comercial que não possui espaço dedicado para expor produtos na fachada, é possível criar uma ilusão de linha frontal com uso de decoração orientada a um conceito bem definido.

Tenha uma proposta visual

mulher de vestido vermelho olhando uma vitrine de loja

O primeiro truque é justamente sobre concepção visual.

Qual seu objetivo ao expor uma nova coleção?

Um contraste absoluto com o que estava exposto anteriormente para mostrar a troca de estação?

Seguindo essa linha, tem intuito de chocar? Ou prefere ser aquele pontinho de conforto com luzes quentinhas por estar em uma rua fria e cheia de concreto para todo lado?

Quer contar uma história ao longo do ano, com temas que se interligam?

Ou só quer reunir todos os produtos que estão em liquidação?

Você pode e, deve, responder sim para mais de uma dessas questões porque a vitrine deve conversar com o que acontece no interior da loja e com o que acontece com a marca.

Esse processo de buscar o tema para a produção deve ocorrer antes de cada projeto.

Cada um deles é único e deve respeitar um propósito específico.

Por isso, a próxima dica é o passo 2.

Crie um calendário com projetos regulares e sazonais

mulheres com várias sacolas na mão olhando uma vitrine

Gosta de planners? Não importa se prefere escrever no caderno, no app ou na parede.

A dica é: Programe-se! Aqui o importante é definir as datas comemorativas sazonais do ano que costumam ser comemoradas pela marca e que vão continuar na grade de produções para as vitrines.

Assim, você consegue revisar a produção dos temas recorrentes: os adereços que possuem estão em bom estado? Estão muito datados?

Tem recursos suficientes para causar um efeito visual efetivo?

Além das datas recorrentes, também é importante pensar em todos os elementos que ajudam a construir as referências visuais da marca.

Porque com esse material é possível criar rapidamente tanto produções livres, quanto adaptar uma demanda momentânea de mercado.

Tempo é tudo para otimizar as vendas! Estar ligado com o que acontece ao seu redor é essencial!

Já pensou em usar o meme da semana para promover aquele desconto especial de peças esquecidas no estoque?

Seja com tendências relâmpago ou polêmicas do mundo da moda, até mesmo aquela virada brusca no tempo: observe o comportamento do seu cliente, esteja atento, interaja e colha os resultados positivos em lucratividade!

Ter bem estabelecida a identidade da marca e para onde ela quer ir são os dois grandes e iniciais truques que vão deixar seus clientes ‘perplectos’.

Pode parecer óbvio falar sobre planejamento e muitos profissionais acreditam que sabem perfeitamente o que sua marca representa, só que muitas vezes esse conhecimento é superficial.

Quer cristalizar o conceito da sua marca?

vitrine de uma loja

Mergulhe em definir sua persona, faça o exercício de imaginar como ela seria se fosse uma pessoa.

Pense em tudo: músicas que gostaria de ouvir, cores preferidas, estado de humor que prevalece, é mais melancólica, é muito alegre estilo ‘good vibes olnly’, etc.

E esse exercício não é restrito apenas ao dono da marca, pode ser feito por todos que trabalham com ela.

O ideal é existir uma troca de ideias ao ponto de que crie harmonia entre as produções da vitrine, estilo dos vendedores, layout, ambientação e manequins da loja.

Pronto. Com essas etapas bem estruturadas é hora de pensar em alguns aspectos mais técnicos da produção de uma vitrine.

Para finalizar, listamos alguns itens em pontos de atenção para guiar seus próximos passos:

Produção Vitrine | Checklist:

1) Tipo da vitrine – procurar entender qual a sua e como aproveitar o espaço e estrutura ao máximo

2) Tema

3) Projeto

4) Iluminação

5) Preparação

6) Montagem

7) Manutenção da estrutura

8) Orçamento

9) Adereços

10) Cores usadas

11) Sinalização

Gostou do conteúdo? Então compartilhe nas redes sociais e comente quais desses tópicos quer saber mais!

POST RELACIONADOS

Tendências Nova coleção Verão Conecta: um novo conceito em comunicar moda.

Nova coleção Verão Conecta: um novo conceito em comunicar moda.

LEIA MAIS
Lookbook / Moda Feminina Calça Feminina Skinny Média

Calça Feminina Skinny Média

LEIA MAIS
Lookbook / Moda Feminina Calça Feminina Skinny Média

Calça Feminina Skinny Média

LEIA MAIS